Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Manter o talento, mesmo que isso custe muito dinheiro… Esta é uma decisão que pode ter consequências noGreat_Worker_Award clima laboral, na imagem externa e no desenvolvimento estratégico da empresa. O dilema é este: tem funcionários valiosos que, como tal, ficam caros? Compensa fideliza-los? A maior parte dos especialistas acredita que o melhor é mesmo ficar com eles.

Javier Mateos, director-geral da Think & Go, adianta ao jornal espanhol Expansion que, em primeiro lugar, é conveniente diferenciar entre reter e fidelizar. O primeiro tem uma conotação de manter contra a vontade, enquanto que o segundo pressupõe políticas e procedimentos que levam a que a pessoa em causa queira ficar na organização.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Passado pouco tempo de ter iniciado funções na Harvard Business Review,secretaire-07 cruzei-me com o trabalho de Catherine Hakim, professora de Sociologia na London School of Economics. Ela estava a ser muito falada na imprensa por defender que o capital erótico - mistura de beleza, sex appeal, apresentação e competências interpessoais - era uma vantagem a ser valorizada e desenvolvida, como a inteligência.

Será este um assunto que os gestores devem levar a sério? Sim e não. Sim, porque as pessoas atraentes têm, de facto, carreiras mais lucrativas. Daniel Hamermesh, economista na Universidade do Texas, cuja investigação se centra nos ganhos associados a ter uma linda cara, relata que, nos EUA, uma pessoa com um aspecto classificado entre os três melhores do grupo ganha 5% mais. Há dois estudos relevantes: um mostra que os MBA com melhor aspecto viram os seus salários crescer mais depressa do que os colegas mais feios nos dez anos seguintes a acabar a formação (homens bonitos asseguraram salários iniciais maiores); outro indica que os professores giros ganham pelo menos 6% mais do que outros com percursos idênticos. Diz Hamermesh que a diferença chega a 230 mil dólares durante a vida. Conclusão: O papel da beleza no mercado de trabalho está generalizado.

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Saiba o que deve fazer para encontrar um novo emprego. au_travail-44

Não se deixe deprimir
Pena de si próprio é o que não pode sentir. Tente pensar positivamente. Levante-se de manhã, leia jornais e saia de casa como se fosse trabalhar. Faça da procura de emprego o seu emprego a tempo inteiro. Fale com amigos e conhecidos e não se isole nem se feche em casa porque esse não é, de todo, o espírito que se quer.

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Chegou a Portugal um dos maiores portais de emprego na Europa.

Infojobs satisfaz as exigências de todos os diferentes utilizadores-alvo (desde jovens à procura do primeiro emprego até profissionais com uma significativa experiência de trabalho) e oferece uma ampla gama de serviços para as empresas que precisam de encontrar pessoal.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Se quer dominar as técnicas de exportação, em qualquer mercado há condições que tem de assumir como obrigatórias. eleves-33

Não interessa se trabalha num sector tecnológico mais avançado ou num sector tradicional como o calçado ou agro-alimentar. Se a sua empresa já tem uma dimensão considerável ou se é ainda uma pequena empresa. O que interessa quando se fala de exportação é saber reagir aos diferentes mercados numa lógica de competição internacional. E exemplos não faltam em Portugal de Pequenas e Médias Empresas (PME) que ganharam dimensão e posição de destaque nos mercados internacionais e que em muito têm contribuido para o crescimento sustentado das exportações nacionais.