Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Formação e desenvolvimento – tão importante como o vencimento?Muitas pessoas concentram-se no vencimento quando andam à procura de emprego. Isto reflecte-se na proeminência que se dá à informação sobre o vencimento nos anúncios de empregos. No entanto, dar atenção exclusivamente ao vencimento pode não ser o mais importante para a sua carreira a longo prazo. A formação que receber através da sua carreira decide sobre a sua "empregabilidade" e como tal, o seu potencial financeiro.

Explicar a empregabilidade

Empregabilidade é uma mercadoria - compreendendo a sua técnica e experiência - e que você pode negociar no mercado de trabalho. O seu preço de venda é o salário que pode pedir a um patrão. Formação e desenvolvimento aumentam a sua empregabilidade quando se acrescentam à sua técnica e experiência. A formação que receber também determina o mercado em que pretende negociar a sua empregabilidade. Por exemplo, para alguns especialistas altamente treinados só existem alguns lugares na Europa e eles tirarão o total partido da sua especialidade. O seu mercado é muito pequeno quando comparado com o de, digamos, um licenciado recente dum curso geral.

Formação e empregabilidade

De acordo com o consultor de recursos humanos Britânico, Charles Woodruffe, o tipo de formação fornecida pelo seu empregador pode dar-lhe diferentes tipos de empregabilidade.

Somente Interna - A formação só é útil para o seu emprego actual. A semana de indução é disso um exemplo claro. Apesar daquilo que aprende poder ser útil e poder permitir-lhe avançar dentro da sua empresa, é de muito pouco interesse para outros empregadores. Elevada empregabilidade interna faz de si um produto valioso, num mercado só com um cliente - o seu empregador. 

Interna e externa - A formação tem um valor a longo prazo. Ajuda-o a executar o seu trabalho actual, mas também a leva consigo quando sair. Tal como diz Woodruffe, tal tipo de treino é uma "moeda". Por exemplo, o pessoal militar adquire técnicas em várias áreas, tais como TI, que podem ser facilmente aplicadas na vida civil.

Externa - A formação que a sua empresa oferece não tem como objectivo prioritário o aumento da produtividade interna. Em vez disso, as empresas utilizam-nos por diferentes razões, tais como, ajudar a recrutar e manter empregados. Por exemplo, uma empresa pode oferecer-se para patrocinar um MBA em part-time, como forma de, a curto prazo, reter um empregado, apesar de o MBA vir a abrir novos mercados para esse indivíduo.

A experiência também é importanteA outra dimensão significativa da empregabilidade, é a experiência. A experiência normalmente adquire-se numa relação profissional a longo prazo com o empregador. À medida que vai demonstrando as suas capacidades, vai ganhando a confiança do patrão e, muito provavelmente, o aumento do nível de responsabilidade. Um plano de desenvolvimento estruturado irá, consequentemente, criar-lhe uma obrigação moral para com o seu patrão por um determinado período de tempo.

Adquirir experiência tentando vários e diferentes empregos, pode ser útil e ajudá-lo a concluir o que é que quer exactamente. No entanto, estruturar uma carreira em torno de relacionamentos profissionais de curta duração com os seus empregadores, muitas vezes deixa lacunas na sua experiência, as quais poderá ser difícil voltar a trás para preencher.

Pense na sua empregabilidade

A especialista de carreiras, Linda Holbeche, do instituto de pesquisa Britânico Roffey Park, acredita que as empresas estão a oferecer-se para aumentar a empregabilidade em resultado da pressão do mercado de trabalho. Empresas que não oferecem formação útil, pensa ela, têm dificuldade em recrutar os melhores candidatos. No entanto, Charles Woodruffe sugere que, ao oferecer empregabilidade, as empresas estão a esquecer-se de oferecer aos candidatos um compromisso a longo termo. Eles estão simplesmente a encarregar-se de o equipar para um novo emprego, caso se venha a tornar um excedente para as necessidades. Por isso, é importante pensar bem no que as empresas estão a oferecer e porquê.
Analisar cada nova oportunidade de emprego em termos do impacto que terá na sua empregabilidade, dá-lhe uma nova forma de encarar o seu desenvolvimento profissional. Oferece-lhe uma forma de poder pesar a formação e desenvolvimento em relação ao vencimento, quando tiver que tomar as suas decisões sobre emprego.

Fonte:"http://www.stepstone.pt"