Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Como redigir o CVO objectivo do seu CV é, em primeiro lugar, "vendê-lo" a si e às suas capacidades face a uma futura entidade patronal. Basicamente, as empresas querem um currículo que especifique o que o Candidato sabe fazer, que lhes permita compreender de que forma ele/ela será útil para a empresa e porque é que se hão-de dar ao trabalho de o/a contactar.
Tradicionalmente, o CV inclui a formação, experiência e as capacidades específicas para executar o trabalho a que se candidata. Em seguida, deverá expressar o seu potencial para futuros êxitos, tendo em consideração os já alcançados.

Pense no CV como um resumo escrito, não como uma autobiografia. Se tudo estiver em conformidade, terá com certeza ocasião para ir a uma entrevista dar conta dos pormenores da sua formação.

Independentemente da estrutura que utilizar, siga sempre estas regras:
Seja simples e não sobrecarregue o seu CV com factos irrelevantes
Escreva-o de um modo devidamente legível e sem erros
Evite as cópias de má qualidade
Seja honesto
Comece cada ponto com verbos que indiquem determinação, tais como: alcançar, ganhar, aprender, servir, arranjar, encorajar, etc.
Especifique onde pode ser contactado A ordem mais comum dos elementos básicos num Curriculum Vitae é a que se segue:
IdentificaçãoInclui o seu nome, morada e contactos - telefone, telemóvel, e-mail.
Mini-perfil pessoalSe o deve ou não incluir é uma decisão sua.
Educação Veja exemplos no final.
Experiência de trabalho
Comece primeiro pela sua posição mais recente
Inclua empregos a tempo inteiro ou em part-time e trabalho voluntário
Inclua exames académicos, locais de trabalho
Nas datas assinale o princípio e o fim
Use tópicos para registar objectivos alcançados, capacidades e deveres (os tópicos não têm pontuação final e deve usar no máximo seis numa lista)

Actividades e Prémios
Registe os prémios profissionais, académicos, comunitários ou associativos; linguagens de computador ou software. Se tem mais do que um tópico num determinado campo, por ex: a música ou desporto, acrescente subtítulos para ser lido com mais facilidade.

Referências:
Apresente-as numa folha à parte e deixe esse elemento de fora do seu currículo. Se escrever "disponível quando solicitado" garanta que as pessoas que deu como referência estão mesmo disponíveis!

A Entrevista
1. Questões que lhe podem ser colocadas
Fale-me de si.
O que pretende fazer?
Porque quer trabalhar neste campo (trabalho, firma)?
O que sabe da nossa empresa?
Porque estudou ................ na Universidade?
Qual foi a sua área favorita? Porquê?
O que é mais importante para si, o salário ou o próprio emprego?
Diga-me as duas ou três realizações que lhe tenham dado maior satisfação. Porquê?
Que contribuições poderá trazer para este emprego (departamento, empresa…)?
Como resolveu uma grande crise ou um grande problema?
O que gosta de fazer nos seus tempos livres?
Tem disponibilidade de deslocação?
Porque é que foi para a Universidade .........(X) ?
Fale-me acerca do seu melhor professor.
Por quem mais vai ser entrevistado?
Quais são as suas expectativas salariais?
Gostava do seu emprego anterior? Porque saíu?
Quais são os seus objectivos profissionais para os próximos 5 anos? E para os próximos 10?
Quais são as suas maiores capacidades? E fraquezas? Se lhe fizermos uma proposta quanto tempo pensa ficar connosco?
Está interessado em oportunidades de promoção?
Como é você a trabalhar em equipa?
É um líder ou um seguidor?
Qual é o seu percurso e cargo ideal na carreira?
Há alguma coisa que queira dizer antes de dar por terminada a entrevista?

2. Questões para colocar ao entrevistador
Quais são as oportunidades específicas deste emprego?
A quem terei de prestar contas?
Quem são os directores com quem teria de trabalhar?
Há quanto tempo surgiu esta vaga? Qual a razão?
Como vou ser avaliado? Quais os critérios? Como têm evoluído os resultados da empresa
Quais os resultados da empresa?
Quais são os principais pontos fortes e fracos?Erros a evitar Entrevista
Mostrar fraca aparência ou apresentação desleixada, higiene deficiente, vestuário não apropriado.
Pôr ar de "Sr. Sabe-Tudo", arrogante ou mal educado.
Não fazer perguntas sobre o emprego.
Demonstrar capacidade de sociabilização deficiente, falta de interesse, tacto, maturidade ou cortesia.
Mostrar incapacidade para se expressar claramente/linguagem pobre.
Apresentar resultados escolares medíocres.
Mostrar falta de conhecimento da empresa ou do sector.
Mencionar prematuramente o salário e/ou as regalias.
Demonstrar falta de preparação para a entrevista.
Atrasar-se ou não comparecer.
Evitar o contacto visual ou denunciar falta de auto-confiança.
Ser desonesto.
Não apresentar nenhum objectivo de carreira.

Questões ou respostas colocadas/dadas superficialmente ou de forma inapropriada podem denotar:
Falta de experiência, educação ou capacidades
Objectivos ou expectativas irrealistas
Falta de entusiasmo ou agressividade excessiva
Falta de preparação ou de qualificações
Falta de profissionalismo