Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Ter um currículo bem feito é meio caminho para ganhar pontos na corrida por um novo emprego.Importância de ter um currículo bem feito

Se quer passar no teste, embora precise de ter qualificações e conhecimentos sólidos, também deverá ter um curriculum vitae perfeito para se destacar.

Segue lista de coisas que deve evitar no seu currículo de acordo com a Careerbuilder:

1. Opiniões, não factos Não se tente vender a si mesmo usando todos os tipos de palavras subjetivas para se descrever. "Eu sou um excelente comunicador" ou "altamente organizado e motivado" são opiniões sobre si mesmo e não necessariamente a verdade. "Os empregadores querem apenas factos.

2. Experiências de trabalho irrelevantes Sim, se já foi o empregado do mês no melhor restaurante da cidade mas quer candidatar-se a um lugar de chefia numa empresa, não coloque isso no seu CV. Elimine aquilo que não é relevante para o cargo a que se candidata.

3. Informações pessoais Não inclua informações como o seu estado civil, preferência religiosa, ou número de Segurança Social, entre outras coisas.

4. Os seus hobbies Ninguém precisa de saber quais são os seus hobbies, se não for relevante para o trabalho a que se candidata; é um desperdício de espaço e de tempo para a empresa.

5. Mentiras evidentes A CareerBuilder pediu a duas mil empresas de contratação para escolherem quais eram os erros mais comuns nos currículos. As mentiras evidentes foram a escolha mais popular.

6. A sua idade Se não quer ser discriminado num lugar a que se candidata por causa da sua idade, está na hora de remover a data do fim de curso, disse Catherine Jewell, autora do livro "Currículo novo, nova carreira."

7. Muito texto Simplifique ao máximo, crie tópicos, deixe um espaçamento relevante para uma leitura mais fácil e o espaço em branco no CV é também um elemento bastante positivo.

8. Intervalo Se tirou um tempo para viajar ou criar uma família, não é recomendável que inclua essa informação no seu currículo.

9. Referências Se o empregador quiser falar com quem o recomendou, de certeza que lhe irá pedir. Além disso, é melhor se tiver a possibilidade de as contar pessoalmente antes do seu futuro patrão ligar ao seu ex-patrão. Não desperdice uma linha de texto com elas.

10. Uma formatação inscontante O formato do seu currículo é tão importante quanto o seu conteúdo. Torne-o mais fácil para o contratante analisar e ainda ser capaz de escolher as qualificações-chave e objetivos de carreira.

11. Pronomes pessoais O seu currículo não deve incluir as palavras "eu", "ele", "ela", ou "meu", não devendo escrever na terceira ou na primeira pessoa.

12. Tempo presente para um trabalho passado Nunca descreva a experiência de trabalho anterior usando o presente. Apenas o seu trabalho atual deve ser escrito no presente.

13. Um endereço de email pouco profissinal Se ainda usa um endereço de e-mail antigo, como Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., está na hora de escolher um novo. Leva apenas um minuto ou dois e é grátis.

14. Palavras óbvias desnecessárias O simples exemplo de não haver razão para colocar a palavra "telefone" à frente do número é bastante obvia e estudos dizem que não trará nada de novo ao seu currículo.

15. Cabeçalhos, rodapés, tabelas, imagens ou gráficos Enquanto um cabeçalho e rodapé bem formatado pode parecer profissional e algumas tabelas, imagens ou gráficos podem aumentar a sua credibilidade, se forem usados em excesso podem não ajudar na sua entrevista.

16. O seu contato do trabalho atual. Está numa situação de mudança e quer mudar de trabalho? Nunca dê os contactos do seu trabalho atual. O seu patrão nao iria gostar de saber que está usar os seus e-mails e telefones para usufruto pessoal que o podem levar a uma contratação numa nova empresa.

17. O nome do seu chefe Não inclua o nome do seu antigo patrão no currículo. Caso o seu patrão tenha um nome que possa acrescentar valor ao CV, a simples referência à sua empresa, onde trabalhou, basta.

18. Gíria específica da empresa As empresas muitas vezes têm seus próprios nomes internos para coisas como softwares, tecnologias e processos que só são conhecidos dentro dessa organização e não por aqueles que trabalham fora dela. Certifique-se de que excluirá termos no currículo que são conhecidos apenas por uma organização específica.

19. URLs de media social que não estão relacionados para a posição alvo Links para os seus blogs de opinião, página Pinterest, conta Instagram ou Facebook não devem ser colocados no CV. Um link para o Linkedin fará mais sentido.

20. Mais de 15 anos de experiência Quando inclui trabalhos de antes de 2000, começa a perder o interesse para a contratação. A sua experiência mais relevante deve ser a dos últimos 15 anos.

21. Informação salarial Não deve colocar o salário desejado num currículo uma vez que este documento é destinado a mostrar a sua experiência profissional e competências. O salário vem mais tarde no processo de entrevista.

22. Fontes de letra antiquadas Não use fontes tipo Times New Roman ou Serif, porque são ultrapassadas e fora de moda. Use uma fonte padrão, sans-serif ou Arial. Deve estar ciente do tamanho da fonte e o seu objetivo deve ser torná-la agradável e elegante, mas também fácil de ler.

23. Tipos de letra fantasia Estudos mostram que estes tipos de letras são mais difíceis de ler e o empregador absorve menos sobre si.

24. Emprego a curto prazo Evite incluir um emprego no seu currículo se só o ocupou por um curto período de tempo. Deve sobretudo evitar a inclusão de trabalhos de que não gostava.

25. Razões do despedimento Os candidatos pensam muitas vezes: "Se eu explicar no currículo por que é que deixei o meu emprego, talvez tenha mais chances de ficar com o lugar". Isto é errado pois esse documento não é o lugar para falar do que o levou a querer trocar de empresa. Use a sua entrevista para resolver esta questão.

26. As suas notas/médias Uma vez que já não está a estudar, as suas notas são irrelevantes.

27. Uma explicação para querer o lugar Isso deve ser deixado para a carta de apresentação ou para a entrevista. No documento deverá mostrar com destaque as suas qualificações e as suas competências.

Fonte: Dinheiro Vivo