Votos do utilizador: 3 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativaEstrela inativa

SIADAP 2 - Avaliação dos DirigentesA avaliação global dos dirigentes da Administração Pública é feita no fim das comissões de serviço, sendo que anualmente se procederá a uma avaliação intercalar. Essa avaliação não produz efeitos na sua carreira de origem.

A avaliação de dirigentes superiores assenta nas cartas de missão (já existentes para os de 1.º grau e agora criadas para os de 2.º grau), com base nos parâmetros "grau de cumprimento dos compromissos" e de "competências" de liderança, de visão estratégica, de representação externa e de gestão demonstradas, essenciais para um bom desempenho nos mais altos cargos da Administração Pública.

Votos do utilizador: 2 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

SIADAP 1 - Avaliação dos ServiçosO sistema de avaliação dos serviços públicos visa reforçar na Administração Pública uma cultura de avaliação e responsabilização, vincada pela publicitação dos objectivos dos serviços e dos resultados obtidos, em estreita articulação com o ciclo de gestão.

A avaliação é feita com base nos parâmetros de eficácia, eficiência e qualidade.

Esta avaliação é anual, através da auto-avaliação e da hetero-avaliação.

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Sistema Integrado de Gestão e Avaliação do Desempenho na Administração Pública (SIADAP)A Lei n.º 66-B/2007 de 28 de Dezembro, institui o sistema integrado de gestão e avaliação do desempenho na Administração Pública (SIADAP) aplicando-se ao desempenho dos serviços públicos, dos respectivos dirigentes e demais trabalhadores, numa concepção integrada dos sistemas de gestão e avaliação, permitindo alinhar, de uma forma coerente, os desempenhos dos serviços e dos que neles trabalham.

O sistema integra três componentes:

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Função Pública - MorteA protecção na morte visa proteger a família por ocasião do falecimento de um dos seus membros que seja trabalhador ou aposentado (ou reformado), através da atribuição de prestações concedidas a favor do agregado familiar:

  • Uma prestação de concessão única e imediatamente a seguir à morte - o subsídio por morte;
  • Uma prestação de concessão continuada - a pensão de sobrevivência.

Votos do utilizador: 4 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa

Função Pública - InvalidezA protecção na invalidez é concretizada através de uma pensão mensal vitalícia, que visa substituir o rendimento de trabalho perdido, quando o trabalhador se encontra permanente e absolutamente incapacitado para o exercício das suas funções, devido a causa não profissional (naturalmente antes de completar as condições para a pensão por velhice).

A aposentação é por incapacidade absoluta geral, quando o trabalhador se encontra absoluta e permanentemente incapaz para toda e qualquer profissão.