Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

No próximo ano lectivo, os funcionários públicos poderão beneficiar de descontos até 80% em 12eleves-12 universidades.

A iniciativa, hoje divulgada pelo Ministério das Finanças, surge depois dos cortes a que os funcionários públicos foram sujeitos desde que o actual governo tomou posse, como o congelamento dos subsídios de férias e de Natal, pelo menos, até 2014.

Em comunicado, o ministério das Finanças informa que todos os funcionários da Administração Pública poderão beneficiar de descontos até aos 80% no ano lectivo 2012/13 no preço dos cursos e programas nas seguintes instituições: AESE - Escola de Direcção e Negócios, Católica Lisbon School of Business and Economics, Católica Porto Business School, EGP - University of Porto Business School, Faculdade de Economia da Universidade do Porto, INDEG/ISCTE Business School, ISEG-IDEFE, Instituto Superior de Gestão, ISCSP, ISLA Campus Lisboa, Nova School of Business and Economics e Universidade Lusíada.



O governo explica que o remanescente valor dos cursos ficará a cargo dos candidatos e adianta que "as escolas e universidades reservarão um número de vagas para candidatos provenientes da Administração Pública".

A iniciativa surge no âmbito da APEX - Aliança para a Promoção da Excelência na Administração Pública, que resultou na parceria entre o governo, várias escolas de negócios e universidades e a Deloitte.

As inscrições podem ser efectuadas no site Boas Práticas no Sector Público (www.boaspraticas.com), disponibilizado pela Deloitte, que foi "seleccionada como parceira desta iniciativa face à sua experiência no sector público", explica a tutela.

O protocolo que cria a APEX será assinado na próxima terça-feira, pelas 10h, no Ministério das Finanças.

Fonte: Económico