Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

ac ordi-03Quem tem direito ao subsídio social de desemprego?

  • Trabalhadores que tiveram um contrato de trabalho e que descontaram para a Segurança Social (ou tenham o contrato suspenso por salários em atraso).
  • Trabalhadores do serviço doméstico desde que:
  • o Sejam contratados ao mês em regime de tempo inteiro e tenham celebrado um acordo por escrito com o empregador para descontarem sobre o salário real; o O acordo tenha sido entregue no competente serviço de Segurança Social e se verifiquem as condições para ser considerada como base de incidência de contribuições a remuneração efetiva

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

ac ordi-08Subsídio Social de Desemprego, Inicial ou Subsequente ao Subsídio de Desemprego - O que é?
O subsídio social de desemprego é um valor em dinheiro que é pago em cada mês a quem perdeu o emprego de forma involuntária e que se encontre inscrito para emprego no Serviço de Emprego. O subsídio social de desemprego destina-se a compensar a perda das remunerações do trabalho.
Este subsídio é pago quando:

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

A partir de Março, a segunda convocatória feita pelos centros de emprego aos desempregados serápeureux-06 automática.

A medida poderá facilitar a anulação de subsídios de desemprego, já que só depois de uma segunda convocatória, por correio registado, é possível anular a inscrição dos desempregados no centro de emprego e, consequentemente, eliminar o direito à prestação.

Em 2013, tal como o Diário Económico já noticiou, as anulações de subsídio de desemprego caíram para o valor mais baixo desde 2007, ano em a Comissão de Recursos que funciona junto do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) iniciou funções.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A dificuldade que os desempregados, sobretudo os mais velhos, têm em regressar ao mercado de trabalho,Businessman 18 faz com que muito arrisquem ficar sem qualquer proteção ou apoio quando o subsídio de desemprego se esgota. Porque, a partir deste momento, poucas opções restam: aceder à reforma antecipada ou passar para o subsídio social de desemprego é possível, mas não é fácil nem é para todos. Conheça os vários cenários, as respetivas condições e os riscos.

Reforma antecipada
O acesso à reforma antes da idade legal da reforma (que em 2014 está nos 66 anos) está congelado desde 2012, sendo apenas permitido aos desempregados de longa duração que esgotam o prazo inicial do subsídio de desemprego ou o social de desemprego.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

"Testes informáticos" atrasaram aplicação dos cortes de 6% e 5% nos subsídios de desemprego e doença.au bureau-19 Beneficiários têm 30 dias para proceder à devolução de parte dos subsídios de Agosto e Setembro. Podem fazê-lo em prestações.

Os beneficiários de subsídio de desemprego e de doença estão a ser notificados pela Segurança Social para procederem à reposição de quantias pagas "indevidamente" por este instituto durante os meses de Agosto e Setembro. Isto porque a Segurança Social não aplicou os cortes previstos nestas prestações.