Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho anunciou hoje que o Governo vainoticias cobrar este ano uma "contribuição especial que incidirá sobre todos os rendimentos que estão sujeitos a englobamento no IRS" que terá um "peso equivalente a 50% do subsídio de Natal acima do salário mínimo nacional".

Há ainda muito por explicar, mas do discurso do primeiro-ministro depreende-se que o corte de 50% é feito sobre o montante do subsídio de Natal descontado do valor do salário mínimo (485 euros). Não sobre o valor total do subsídio de Natal portanto, mas do valor que excede o salário mínimo. Assim sendo, o efeito do novo imposto será o seguinte:

tabela_imposto_sub_natal_2011

Fonte: Económico