Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A partir de Março, a segunda convocatória feita pelos centros de emprego aos desempregados serápeureux-06 automática.

A medida poderá facilitar a anulação de subsídios de desemprego, já que só depois de uma segunda convocatória, por correio registado, é possível anular a inscrição dos desempregados no centro de emprego e, consequentemente, eliminar o direito à prestação.

Em 2013, tal como o Diário Económico já noticiou, as anulações de subsídio de desemprego caíram para o valor mais baixo desde 2007, ano em a Comissão de Recursos que funciona junto do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) iniciou funções.

O relatório da Comissão apontava como um dos motivos para esta quebra os novos procedimentos relacionados com as convocatórias. É que, desde meados de 2012, a primeira convocatória deixou de ser enviada em correio registado. A anulação da inscrição no centro de emprego depende então do envio de uma segunda convocatória, em correio registado. Os desempregados que não respondam à chamada do centro de emprego perdem então o seu subsídio.
No entanto, os centros de emprego nem sempre avançam para a segunda convocatória. Na comissão parlamentar do Trabalho, o secretário de Estado do Emprego explicou que este processo de envio tem "um custo elevadíssimo".

Octávio Oliveira anunciou então que os centros de emprego vão passar a emitir a segunda convocatória "automaticamente", para garantir maior eficiência. De acordo com o governante, a medida já foi estudada com a 'troika' e deverá começar a ser aplicada em Março.

Fonte: Económico