Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

hommes-25As pessoas casadas são obrigadas a apresentar a declaração do IRS em conjunto, mas os unidos de facto podem optar por fazer o IRS em conjunto ou em separado, de acordo com o que for mais vantajoso.

Nivelar rendimentos
A aplicação do coeficiente conjugal consiste em somar os rendimentos dos dois cônjuges e dividi-los por dois. Se os dois cônjuges têm rendimentos desnivelados, os rendimentos são tributados a uma taxa mais baixa do que seriam numa única declaração com rendimentos mais altos, compensando assim entregar a declaração em conjunto.

Entregar o IRS em conjunto é ainda mais vantajoso quando um dos cônjuges não trabalha.

Deduções e dependentes
A totalidade das deduções à coleta ou o número de dependentes pode também pesar na decisão de entregar o IRS em conjunto ou em separado. Geralmente compensa mais entregar as declarações em separado.

A taxa é menor porque se pressupõe que em separado apenas existe um rendimento para duas pessoas (o sujeito e o descendente).

Casados
A extensão da possibilidade de entrega em separado para casais casados poderá vir a ser uma realidade em 2015, seguindo o modelo europeu e recomendações da Troika, mas para já resume-se aos casais a viver em união de facto.