Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

au travail-20Nem toda a gente necessita de entregar o IRS 2014, referente aos rendimentos de 2013. Veja se o seu caso é um dos que não precisam de entregar o IRS em 2014.

Dispensa de Apresentação de Declaração de IRS 2014
Segundo comunicação da Autoridade Tributária e Aduaneira, estão dispensados de entregar a declaração de IRS em 2014, os sujeitos passivos que, no anterior, apenas tenham recebido isolada ou cumulativamente:

rendimentos tributados pelas taxas previstas no artigo 71.º do CIRS (taxas liberatórias) e não optem, quando legalmente permitido, pelo seu englobamento;
rendimentos de pensões pagas por regimes obrigatórios de proteção social e rendimentos do trabalho dependente, de montante inferior a 72% de 12 vezes o salário mínimo nacional mais elevado (4.104.00€).
São exemplos de rendimentos tributados com taxas liberatórias os juros de depósitos à ordem e a prazo, rendimentos de capitais e juros de certificados de capitais.

Quem se enquadrar numa destas duas alíneas pode então evitar de ter o trabalho de preencher a declaração de IRS anual, e de guardar todos os comprovativos de despesas.

Entrega do IRS 2014
Para os restantes casos não se aplica esta dispensa de entrega de declaração, mantendo-se a obrigação de entrega do IRS dentro dos prazos devidos, para evitar o pagamento de multas por não entregar o IRS a tempo.

 

Fonte: Econimias