Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O Call Center da Altice na cidade de Lamego acaba de completar o primeiro ano de atividade. A Call Center da Altice desenvolve Lamego e cria postos de trabalhofuncionar no local onde em tempos existiu o polo de Lamego da antiga Escola Superior de Educação de Viseu, 112 pessoas trabalham neste momento na empresa em “open space”.

Para assinalar este aniversário, a vereadora da Cultura, Educação e Desporto, Andrea Santiago, efetuou uma visita de trabalho às novas instalações, um investimento que ajudou a revitalizar o tecido económico e social local. Recorde-se que a Câmara Municipal de Lamego, proprietária do imóvel, investiu anteriormente mais de 300 mil euros em obras de remodelação e adaptação para ceder o espaço à Altice, mediante o pagamento de uma renda mensal.

Antes de laborar aqui, o Call Center funcionou em instalações provisórias na antiga escola primária nº1. Os postos de trabalho criados na cidade de Lamego por esta multinacional de telecomunicações são destinados a fluentes em francês.

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego conseguiu em novembro a maior Taxa de emprego subiu em Portugalquebra homóloga do ano, baixando 11,6%, o equivalente a menos 63.816 pessoas, para 486.434, aproximando-se de níveis de março de 2009.

De acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), em comparação com outubro deste ano, o número total de desempregados registados em novembro recuou 0,8%, o que representa menos 4.155 pessoas.

Será necessário recuar até março de 2009 para se encontrar um número de inscritos inferior ao observado em novembro deste ano, tendo-se registado na altura um total de 484.131 inscritos.

Face ao mês homólogo de 2015, o número de desempregados inscritos nos centros de emprego caiu em ambos os sexos, mas a queda foi mais significativa nos homens, com uma descida de 13,4%, enquanto nas mulheres a redução foi de 10%.

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A Teleperformance conquistou o galardão de ouro na competição mundial Contact Center World (CCW),Teleperformance vence prémio no CCW na categoria Best Use of Social Media, com o ePerformance – a sua divisão global de social media, localizada em Portugal.

A cerimónia de entrega dos prémios decorreu no início do mês, em Las Vegas, tendo contado com mais de 100 candidaturas, oriundas de 30 países.

Segundo a empresa, a estratégia de Social Media da Teleperformance – segmento que tinha já sido destacado a nível europeu – vê agora elevada a distinção a nível mundial.

Em causa está o e-Performance, a solução da multinacional que permite conectar as marcas com seus consumidores, utilizando os novos canais de social media.

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Rendas, eletricidade, portagens, tabaco e automóveis mais caros em 2017.Preços sobem em 2017

O leite e o pão devem manter os mesmos preços, ao contrário de outros produtos e serviços. Confira aqui algumas das previsões

Rendas

O valor das rendas deverá aumentar 0,54% em 2017, o que representa a maior subida desde 2014, tendo em conta dos números da inflação dos últimos 12 meses até agosto, divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com os valores publicados pelo INE, nos últimos 12 meses até agosto, a variação do índice de preços excluindo a habitação foi de 0,54%, valor que serve de base ao coeficiente utilizado para a atualização anual das rendas, ao abrigo do Novo Regime do Arrendamento Urbano (NRAU), e que representa mais 54 cêntimos por cada 100 euros de renda.

Votos do utilizador: 0 / 5

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

INE publicou dados que caracterizam a experiência educativa e de emprego Cerca de 195 dos jovens demoram 1 ano a encontrar o 1º emprego em Portugaldos jovens.

Quase 32% dos jovens encontraram o primeiro emprego considerado significativo nos três primeiros meses após deixarem a escola. Porém, mais de 19% esperaram mais de 12 meses, avançam os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Entre os 1,4 milhões de jovens entre os 15 e 34 anos que já não estudavam no segundo trimestre do ano, apenas 151 mil já tinha um emprego significativo (ou seja, com duração superior a três meses) quando saiu da escola. Mais de 447 mil demorou três meses a conseguir emprego e, para 270,7 mil jovens foi mesmo necessário esperar 12 meses. Acrescem 106,4 mil que ainda não encontraram emprego e outros 24,4 mil que não procuraram.