Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Governo acusado de ser o maior patrão de precários
Ministro disse ser prioritária a redução das assimetrias dos contratos A acusação foi directa e fundamentada em números "O Governo é o maior patrão de precários em Portugal e vira as costas a toda uma geração, a dos contratos temporários de 500 euros". Quem acusou o Executivo foram os deputados bloquistas, José Moura Soeiro, Ana Drago e Mariana Aiveca, ao dirigirem-se ao ministro do Trabalho e da Segurança Social, ontem, numa interpelação promovida pelo BE, no Parlamento. Denunciaram da existência de "117 mil trabalhadores precários na Administração Pública", num universo de 900 mil pessoas que trabalham a recibo verde, "na maioria falsos".

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Acções de trabalhadores com mais baixos rendimentos isentas de custas judiciaisUm processo de 15 mil euros pode pagar um valor global de mil euros em taxas. Sindicatos aplaudem a medida, considerando que existia limitação no acesso à justiça

A partir de Setembro próximo, ficam isentas de custas judiciais as acções em tribunais laborais interpostas por trabalhadores de mais baixos rendimentos, desde que patrocinadas pelos seus sindicatos.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Convergência entre os códigos de trabalho público e privado não chega ao número de dias de fériasDuração do trabalho
A regra continua a ser a das sete horas diárias e 35 horas por semana, constituindo este o limite, em média, para um período de 12 meses. Abre-se, no entanto, a possibilidade de, através de acordos colectivos de trabalho, o funcionário trabalhar mais tempo durante um período do ano, compensando noutros.

Votos do utilizador: 1 / 5

Estrela ativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Cartas de Condução: Novos prazos para renovaçãoPedidos devem ser apresentados nos 6 meses anteriores à data em que são atingidas as idades limiteOs condutores de automóveis ligeiros que completem 50 ou 60 anos a partir de 2008 têm de renovar a carta independentemente da data de validade do documento, segundo novas regras em vigor a partir de 1 de Janeiro, avança a «Lusa».

Os limites de idade para a renovação de cartas foram alterados em 2005, tendo sido introduzidos, no caso dos condutores de veículos ligeiros e motociclos, dois novos escalões etários: 50 e 60 anos.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
Mensalidade de um empréstimo de 150 mil euros aumentou 208 euros em três anos! A subida agrava o orçamento das famílias com empréstimos à habitação, que são revistos periodicamente, e de quem pretende contrair novos créditos indexados a estas taxas.

A média da Euribor a três meses fixou-se nos 4,579 por cento, contra os 4,362 por cento do mês anterior.
A Euribor a seis meses, o prazo mais utilizado no crédito à habitação, ficou ligeiramente abaixo, nos 4,593 por cento, contra os 4,356 por cento atingido em Fevereiro.