Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Na cela com três metros de largura e quatro de comprimento há uma televisão de 17 polegadas onde o recluso 44 pode ver 'Guerra dos Sócrates na prisão de ÉvoraTronos', mas cereais muesli não entram.

O dia do ex-primeiro-ministro no estabelecimento prisional de Évora começa às 8h00 da manhã com uma contagem. José Sócrates sai depois da cela, onde está sozinho, e toma o pequeno-almoço no refeitório – café com leite, pão e fruta.

Seguem-se 40 minutos de jogging. Às vezes, Sócrates joga futebol ou vai ao ginásio. O resto do dia, até às sete da tarde, é passado no recreio da cadeia ou na cela, um espaço constituído por uma cama, uma mesa, um lavatório e uma sanita, que tem de ser limpo pelo próprio.

Com base em relatos de pessoas ligadas ao ex-primeiro-ministro e no livro ‘Cercado’, de Fernando Esteves, o Expresso publica hoje uma grande reportagem sobre os dias do recluso 44.

Fechado 13 horas por dia, José Sócrates tem um cartão telefónico com plafond, mas só pode ligar para 10 números. Passa a maior parte do tempo a escrever, ler e ver séries de TV – 'Guerra dos Tronos', 'os Sopranos', 'Boardwalk Empire' e 'True Detective'.

Nem todos os DVDs destinados a Sócrates entram na prisão. Às vezes os guardas alegam que já tem muitos. Vários alimentos podem entrar mas muesli, os seus cereais preferidoss, foram proibidos, assim como um cachecol do Benfica. As polémicas botas também voltaram para trás, mas, apesar de o regulamento não autorizar este tipo de calçado, Sócrates pode manter as que tinha calçadas no dia da detenção.

Fonte: Notícias ao Minuto