Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Investimento de 99,7 milhões criará 200 empregosO Governo aprovou, esta quinta-feira, uma resolução para classificar como "interesse estratégico" um investimento em Vila do Conde, na área das energias renováveis, que está avaliado em 99,7 milhões de euros e que criará 200 empregos.

Falando no final do Conselho de Ministros, o titular da pasta da Presidência, Pedro Silva Pereira, referiu que o investimento na área da energia solar será feito pela "Itarion Solar" e visa a produção de células fotovoltaicas.

"O projecto prevê a criação de 200 postos de trabalho, dos quais 142 com qualificação superior. É mais um projecto de investimento em Portugal na área das energias renováveis e que conta com a experiência da Qimonda, empresa de referência neste domínio", declarou o ministro da Presidência.

No comunicado do Conselho de Ministros, salienta-se a previsão de o projecto poder alcançar um volume de vendas acumulado de 2,2 mil milhões de euros entre este ano e 2017.

"Trata-se de um projecto pioneiro em Portugal, que permitirá gerar um elevado impacto ao nível do desenvolvimento da região onde se localiza, através de efeitos de arrastamento de actividades a montante e a jusante, da criação de emprego e da utilização de recursos locais", sustenta o Governo.

Ainda segundo o Executivo, o investimento "contribui para o aumento das exportações e para melhorar o saldo da balança comercial portuguesa de produtos electrónicos" e, por outro lado, potenciará a utilização de energia solar.

Recorde-se que Vila do Conde é o segundo município de toda a Área Metropolitana do Porto com maior taxa de desemprego e, paralelamente, um dos que menor índice de poder de compra apresenta.
Fonte: in Jornal de Notícias