Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Primeiro-ministro português é o 13.º na tabela remuneratória dos líderes das 15 maiores economias da UE.Vencimentos de primeiros-ministros da EU

O tema é lançado hoje pelo espanhol “El Mundo”: São os mais altos cargos dos países europeus bem pagos? Ganham o suficiente para as responsabilidades que têm? E se não dá uma resposta o jornal dá pelo menos pistas para a discussão.

Os principais responsáveis europeus recebem em média 166.001,79 euros, mais do dobro do que recebe anualmente o primeiro ministro português. António Costa ganha quase um quarto do salário da chanceler alemã Angela Merkel, o que faz dele, o 13º mais bem pago entre as 15 economias mais ricas da União Europeia.

Os dados divulgados pelo “El Mundo”, que utiliza como fonte o site “CNN Money”, mostram que António Costa recebe por ano 78.194 euros, o que coloca o primeiro-ministro português à frente do anterior homólogo espanhol, Mariano Rajoy, no ranking salarial dos líderes União Europeia. Mas a diferença não vai além dos nove euros por ano.

Muito diferente é a discrepância entre o salário de Costa e de Angela Merkel, a mais bem paga líder europeia, com um salário anual de 290 mil euros.

E se Rajoy, que liderou a quarta maior economia da União Europeia, está quase no fim da tabela remuneratória dos 15 líderes mais bem pagos, o grego Alexis Tsipras, a braços com um terceiro resgate, tem o 12º maior salário, ganhando mais sete mil euros que Costa e Rajoy.

Mas o maior salário pago ao líder de um país europeu fica fora da tabela das 15 maiores economias da UE. Dalia Grybauskaite, presidente da Lituânia, ganha 312 mil euros, mais 22 mil euros por ano do que Merkel.

O mais mal pago da UE é Borut Pahor, presidente da Eslovénia, que recebe anualmente 36.000 euros.

Fonte: Económico