Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Já é apontada como uma das maiores falhas de sempre em smartphones. Um software instalado em alguns Android está a enviar dados Telemóveis da china comprometem privacidade e segurançapessoais dos utilizadores para uma empresa na China.

Mensagens pessoais, contactos e informações geográficas são os conteúdos que este software mais facilmente acede.

O problema afeta principalmente os aparelhos Android que custam menos de 60 euros e que estão à venda em lojas como a Amazon ou a Best Buy, de acordo com a Kryptowire, uma empresa de presta serviços de segurança em telemóveis.

O software em questão é normalmente pré-instalado em telemóveis produzidos pela Huawei, Blu Products e pela ZTE. A equipa que está a acompanhar este caso descobriu que alguns telemóveis tinham uma atividade anormal. Depois dos primeiros testes chegaram à conclusão que a informação privada estava a ser enviada para uma empresa localizada na China, a Shanghai Adups Technology.

Depois da descoberta foram levantadas as primeiras suspeitas de uma suposta ligação desta companhia ao governo daquele país. Ao "The New York Times", um advogado da empresa chinesa nos EUA disse que se "tratava de um erro cometido por uma empresa privada", garantindo que não existe nenhuma relação com o governo chinês.

Além do envio de informação pessoal, o software em questão é capaz de enganar a segurança dos smartphones assumindo o seu controlo para os reprogramar na totalidade. Ao contrário de outros "bugs", que são criados para roubar informação dos dispositivos, este software foi instalado com o objetivo de monitorizar a atividade dos utilizadores.

Até ao momento não há um número exato de aparelhos afetados, mas podem chegar aos vários milhões. A criadora do software estima que o seu produto esteja instalado em mais de 700 milhões dispositivos, desde telemóveis a carros.

Fonte: JN