Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Os centros de emprego do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) vão convocar, até ao final de Março, todos os desempregados que estão a um mês de perder o subsídio.

De acordo com a edição desta sexta-feira do ‘Diário Económico', em causa estão mais de 11 mil pessoas que se arriscam a perder o único rendimento, caindo numa situação de pobreza, que o Governo pretende evitar.

A medida é alargada a todos os desempregados que estejam a quatro meses de perder a prestação social. Assim, em Abril vão ser convocados outros inscritos nos centros de emprego que vão receber mais dois e três meses de subsídio.

Em Maio, é previsível que todas as convocatórias já estejam normalizadas. No total, são mais de 50 mil os desempregados que os centros de emprego vão convocar em apenas dois meses.

Para evitar que caiam numa situação de pobreza, os funcionários dos centros vão reavaliar o plano pessoal de emprego, verificando as hipóteses de colocar a pessoa em formação, programa de estágio ou celebrar um contrato de emprego-inserção.
Fonte: in Correio da Manhã