Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Não existem resultados para listar

Fonte: http://www.act.gov.pt

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
»Xilófago
Verme que se alimenta de madeira, perfurando-a em galerias até à sua destruição total. Para obviar este problema utilizam-se produtos que destroem esses vermes e que se aplicam, ou por imersão da madeira, ou por introdução em autoclave.
O primeiro processo tem riscos elevados se não forem adoptadas medidas adequadas, já que os produtos utilizados são muito perigosos para a saúde e, pelo contacto com a pele, penetram no corpo humano.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Xisto
Rochas metamórficas de composição lamelar, como a ardósia, a lousa, etc.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

Fonte: http://www.act.gov.pt

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Não existem resultados para listar

Fonte: http://www.act.gov.pt

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
»Zarcão
Oxido de chumbo, usado na produção de tintas. Dada a presença do chumbo, impõe-se observar as medidas de protecção previstas na legislação específica para este produto, o qual pode provocar uma doença profissional, o saturnismo.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Zimbório
[Construção] Remate superior de alguns monumentos e edifícios com a forma de cúpula de reduzido vão.
A execução deste tipo de construção deve ser objecto de programação em fase de projecto, já que, em geral, envolve elevados riscos durante a fase de construção.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Zinco
Metal acinzentado claro que é usado na produção de chapas para caldeiras, tubos, etc.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Zona Perigosa
Qualquer zona dentro ou em torno de um equipamento de trabalho onde a presença de um trabalhador exposto o submeta a riscos para a sua segurança ou saúde
Fonte: Decreto-Lei nº 50/2005, de 25 de Fevereiro de 2005

»Zonas
[Atmosferas explosivas] Ver “Classificação em zonas”.
Fonte: COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS. Segurança e saúde dos trabalhadores expostos a atmosfera explosivas: guia de boas práticas. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto para a Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, 2006.

»Zorra
[Movimentação de cargas] Vagoneta que é atrelada a uma máquina e serve para transporte de materiais. Em geral é usado em minas.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

Fonte: http://www.act.gov.pt

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

»Badame
[Equipamentos de trabalho] Ferramenta de carpinteiro, usada para abrir caixa para fechaduras e respigas. Ferramenta para trabalhar madeira, de secção rectangular e afiar no sentido da maior secção.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bailéu
[Equipamentos de trabalho] Andaime móvel constituído por uma plataforma com protecção lateral e posterior, munida de cabos-guias que deverão estar solidamente ancorados. O sistema de comando e movimentação terá de estar situado no bailéu, proporcionando uma acção simultânea sobre os dois cabos. Como medida de segurança, os operários deverão estar munidos de arnês.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Baixada
[Electricidade] Ramal condutor que liga a linha de distribuição pública com a instalação que liga os dispositivos de utilização. Em energia eléctrica, só pode ser executado pela concessionária, não devendo ser feitos quaisquer trabalhos sem ser supervisionados por técnico competente e executados por profissionais do ramo.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Baixo-relevo
[Electricidade] Rama
[Construção] Trabalho de escultura em que a parte saliente é inferior a 50% do volume real.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Balastro
[Construção] Britas que se colocam nos caminhos de rolamento das gruas, à imagem da técnica utilizada pelos caminhos-de-ferro.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Balaustrada
[Construção] Anteparo a 0,90m de altura, constituído por um elemento horizontal, solidamente implantado e normalmente ligado ao piso por colunas.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Banzo
[Construção] Em linguagem de estruturas significa a parte da viga que resiste aos momentos flectores; numa viga metálica são as abas, ou sejam, os elementos normais à alma.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Barbote
O mesmo que rebarba.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Barreira de Protecção
[Construção] Elemento horizontal destinado a garantir o afastamento das pessoas estranhas à obra.
Importa distinguir das bandas ou fitas de sinalização, que visam delimitar áreas e não protegê-las.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Barreta
Elemento que assegura a ligação entre os troços dos carris (dos guindastes)
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Barrote
[Construção] Elemento de madeira comprido e com uma secção de 5,5 a 8cm.
É largamente utilizado em obras, quer como escoramento, quer em estruturas de cobertura ou em cofragens.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Basalto
[Construção] Rocha eruptiva, negra, usada em pavimentos.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Báscula
Balança decimal para grandes cargas, como seja camiões carregados, etc.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bate-estacas
[Equipamentos de trabalho] Máquina destinada a cravar estacas de betão ou de madeira.
Estas máquinas têm riscos muito próprios, pelo que devem ser operadas por pessoal especializado seguindo as normas de segurança aplicáveis.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Batente
Encaixe ou espera que recebe a lingueta do fecho ou fechadura e fica do lado oposto ao eixo vertical de rotação.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bateria
[Electricidade] Associação de 2 ou mais células eléctricas para produção de energia.
Conjunto de peças ou aparelhos associados para um determinado fim.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Beira
[Construção] Fiada do telhado que lança a água das chuvas na rua ou no algeroz.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Beirado
[Construção] Remate inferior do telhado que serve para projectar a água das chuvas para longe das paredes, por si ou associado a uma cornija.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Beiral
[Construção] Elemento de uma cobertura em telhado. Significa o mesmo que Beirado.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bentonites
[Construção] Lamas à base de argilas de síntese, destinadas a opor-se à pressão das terras e utilizadas em fundações especiais (estacas, paredes moldadas).
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Benzeno
[Substâncias perigosas] Líquido volátil muito inflamável e de grande toxicidade, exigindo apertado controlo médico (Decreto-Lei n.º 390/93, de 20 de Novembro).
É o mais perigoso dos solventes.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Berbequim
[Equipamentos de trabalho] Máquina-ferramenta, em geral eléctrica, destinada a furações ou outros fins por acoplamento de acessórios.
Os riscos que pode comportar situam-se no campo das projecções de materiais, do ruído e dos riscos eléctricos.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Berma
Plataforma que ladeia a faixa de rodagem de uma estrada.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Betoneira
[Equipamentos de trabalho] Máquina utilizada para misturar os diferentes componentes do betão.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Betonilha
Construção] Revestimento de pavimento de cimento e areia formando um reboco. Diz-se primário se leva um acabamento, ou de acabamento se não leva outro material sobre ela.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Betume
[Construção] Produto derivado da destilação da hulha ou do petróleo, de cor negra.
É utilizado no revestimento de estradas como material estanque e em pinturas anti-corrosivas.
Requer cuidados no seu manuseamento, sendo as vias de penetração a pele e as vias respiratórias.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bicha
[Equipamentos de trabalho] Eixo flexível utilizado para transmitir a rotação do motor à agulha do vibrador.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bidé
Peça sanitária
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bigorna
[Equipamentos de trabalho] Ferramenta de ferreiro para trabalhar ferro quente.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Biombo
[Equipamentos de trabalho] Divisória amovível. Utilizada para proteger os trabalhadores das radiações originadas pelas soldaduras.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bipolar
[Electricidade] Material eléctrico funcionando em regime monofásico, constituído por dois pólos eléctricos (fase-fase, fase-neutro)
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bipolar + terra
[Electricidade] Material eléctrico funcionando em regime monofásico e constituído por dois pólos eléctricos, aos quais se junta um condutor de protecção.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bisel
[Construção] Contorno com chanfro.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bitola
Padrão utilizado para medidas repetitivas.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Blindagem
[Equipamentos de trabalho] Protecção utilizada na zona de risco, em máquinas ou ferramentas.
Deve ser interdita a utilização de máquinas sem a blindagem.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bloco
[Construção] Designação dada a materiais de construção de forma paralelepipédica e mais correntemente aos constituídos por cimento e areia. Podem ainda ser de pedra, ytong, etc.
Conjunto de edifícios formando uma unidade homogénea.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Boca do lobo
Amarração entre duas peças. Corte em elemento de madeira para estabelecer uma ligação.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Boleado
[Forma arredondada, convexa.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bolor
Fungo que se desenvolve, normalmente, sobre substâncias orgânicas em decomposição.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bomba
[Equipamentos de trabalho] Máquina manual ou motorizada que serve para elevar líquidos, ar, lamas e sólidos. Podem funcionar por vácuo e/ou compressão. São utilizadas em edifícios para bombear água, esgotos, etc. e, em estaleiros, para cimentos, lamas, etc.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Boneca
[Construção] Conjunto de pontaletes e prumo para reforçar e estabilizar escoramento;
[Equipamentos de trabalho] Bola de algodão utilizada pelos polidores de móveis.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Borne
[Electricidade] Elemento de material eléctrico que serve para ligação de um aparelho ou de um condutor.
Deve evitar-se o contacto directo dado estar normalmente sob tensão.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Brita
Pedra triturada em dimensões que variam entre os 3 e os 10 centímetros. É um dos constituintes do betão. É também a matéria-prima constituinte das camadas resistentes das rodovias. Classifica-se quanto à dimensão, dureza, etc.
As operações de britagem, bem como os trabalhos de espalhamento, podem originar emissão de poeiras com risco de silicose ou outros.
Deve evitar-se o contacto directo dado estar normalmente sob tensão.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Brunido
[Construção] Acabamento da cantaria com pedra de brunir e água que antecede o polimento.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bujardo
[Construção] Aparelho dado à cantaria, em que se bate com a bujarda e provoca uma superfície rugosa e picotada.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Bulldozer
[Equipamentos de trabalho] Máquina de movimentação de terras constituída por um tractor de lagartas ou, mais raramente, de pneus, equipada com uma lâmina para empurrar os materiais.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

»Burgau
Seixo rolado com dimensões entre os 15 e os 150 milímetros.
Fonte: RODRIGUES, Germano. Segurança na Construção: Glossário. 1.ª Edição, Lisboa, Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho, 1996

 

Fonte: http://www.act.gov.pt