Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Mais de 5.600 jovens candidataram-se ao programa de apoio ao arrendamentonoticias jovem na fase que começou a 30 de Setembro.

No total, foram 5.634 que pediram a ajuda do Estado, mais 2,2% do que no mesmo período do ano passado.

A crise e as dificuldades na concessão de crédito para compra de casa própria justificam o aumento. No entanto, os resultado das candidaturas não são ainda conhecidos.

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Foi publicado em Diário da República, o Aviso n.º 19512, que torna público, em cumprimento do disposto noBus37 n.º 2 do artigo 24.º da Lei n.º 6/2006, de 27 de Fevereiro e n.º 5 do artigo 11.º do Decreto -Lei n.º 294/2009, de 13 de Outubro, que o coeficiente de actualização dos diversos tipos de arrendamento, para vigorar no ano civil de 2012, é de 1,0319.

Assim, por exemplo para uma renda de €500 o valor de actualização é de €500 x 1,0319 = €515,95. De acordo com a lei de arredondamento das rendas, o valor exacto de renda passaria a ser €516.

A actualização anual da renda, por aplicação deste coeficiente, só poderá operar decorrido um ano desde a última actualização e mediante comunicação ao arrendatário com 30 dias de antecedência.

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

A renda resultante da aplicação do coeficiente de actualização deve ser arredondada para a unidade de euroau_travail-19 superior.

Assim, por exemplo, para uma renda de 500 euros, com o coeficiente de actualização para 2011, que foi de 1,003 – o que quer dizer que a renda aumentava 0,3% – obteremos o valor de 501,50€. Assim, com o arredondamento para a unidade de euro superior, a renda a pagar pelo inquilino será de 502 euros.

 

Votos do utilizador: 4 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela inativa

Valor que serve de base ao coeficiente utilizado para actualização anual das rendas sofre um dosBus37 maiores aumentos dos últimos anos

O valor das rendas deverá aumentar 3,19% em 2012, após o valor da inflação nos 12 meses terminados em Agosto retirando os preços da habitação, que serve de base a esta actualização, se ter fixado neste valor.

Um aumento criticado pelos proprietários e pelos inquilinos, estes últimos pedem mesmo um ano de excepção.

De acordo com os valores publicados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o valor que serve de base ao coeficiente utilizado para a actualização anual das rendas dos diversos tipos de arrendamento, ao abrigo do Novo Regime do Arrendamento Urbano (NRAU), sofre um dos maiores aumentos dos últimos anos.

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa

Mil e trezentos processos deram entrada nos tribunais no ano passado. Troika impõe que Governo torne possível expulsão dop_persos-13 inquilino faltoso em três meses

Estão a aumentar as dificuldades no pagamento de rendas. Nos últimos dois anos, elas dispararam 10%.

Para se ter uma ideia, houve 1.300 processos de despejo por causa das dívidas em atraso com as rendas. Contas feitas, foram cerca de quatro processos por dia.

No entanto, recorde-se que estes processos demoram, em média, 18 meses a ser resolvidos. Durante este tempo, o inquilino permanece no imóvel e o senhorio nada pode fazer.